quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Resumo do encontro de Fevereiro do Circulo de Sementes de Mora



No dia 14 de Fevereiro realizou-se na Quinta de São José em Mora 
mais um encontro de partilhas do Círculo de Sementes de Mora. 


Partilhamos convosco o resumo desta partilha enviado pelo Círculo




Resumo da reunião

1. A espargueira: como plantar, tratar e colher
MJ apresentou da espargueira. Já a produz há algum tempo e partilhou a sua experiência com os presentes. A variedade que nos apresenta é o espargo verde, há muitas variedades, por exemplo o espargo branco que é produzido em areia (não está exposto à luz,  é portanto subterrâneo).
Para plantar a espargueira deve fazer-se um buraco razoável e encher com terra boa e matéria orgânica. Depois coloca--se a planta a uns 6 a 8 cm da superfície e cobre-se com terra. Deve ser colocada no local definitivo. Deve ser plantada no Outono.
Se se fizer sementeira deve ser colocada em vaso para germinar mas colocada na terra assim que tiver tamanho para tal.







A espargueira gosta de água, mas não em demasia, dá-se bem quer ao sol quer em  locais com alguma sombra. Uma vez estabelecida fica de uns anos para os outros e rebenta de novo na Primavera. Por ser um rizoma a sua propagação pode tornar-se invasora
No primeiro e segundo ano da planta não convém apanhar os espargos. São ainda muito finos e a planta não está suficientemente estabelecida. 
A partir dai podem cortar-se os espargos e quanto mais forem cortados mais produzem. A Maria José mostrou como e quando se devem cortar os espargos e a importância de respeitar o ciclo completo da planta. Isto é, deixar alguma matéria verde no final e não cortar a planta muito abaixo deixando uns 15 a 20 cm.
A sua utilização na culinária vai de sopas a entradas ou como acompanhamento de prato principal quer cozidos a vapor quer em cru em saladas.
A  Maria José e o Zigmung trouxeram alguns exemplares para partilhar.
No próximo encontro a Joana Duclos vai fazer a apresentação do "rabanete”



 

2. Novidades e plantações desta altura do ano – Troca de informações / opiniões

Troca de experiências:
ter atenção a quando se plantar para ter a certeza de ciclo e quando se vai colher
ter atenção às baixas temperaturas
preocupação com a necessidade de água mesmo for a do verão
para os alhos – temperatura é importante
cenoura precisa de terra leve e arenosa

O que se semeia em Fevereiro:

couve flor
alface
abóboras
tomate
pepino
pimento
piri piri





Curiosidades:
semear - lua nova Fevereiro
semear as ervilhas à noite para os pássaros não as comerem
plantar feijão, milho e ervilhas perto umas das outras
utilização de “bombas de sementes” para plantação de múltipl plantas numa mesma área.

Local para compra de plantas biológicas a bom preço - HORTO do ROCIO Caneças – informação Joana Duclos





 

Ponto adicional
Durante a reunião foram mencionados alguns ditos populares acerca do tempo de sementeira e colheita. Acho que pode ser interessante fazer um apanhado desses “dizeres” e eventual uso mais tarde em relação com um calendário de sementeiras por exemplo. O que é que acham?
Assim, quem souber alguns pode enviar para mim.



Até 14 de Março de 2015


Bom trabalho!
Manuela Bridges